sábado, 7 de junho de 2008

Semana do M.A.: dossiê e manifestação!

Como parte da programação da semana do Meio Ambiente, ontem, dia 6 de junho, os grupos que montaram a semana em Fortaleza entregaram um dossiê ambiental com denúncias de crimes ambientais a representantes do MPF, do MPE, do Ibama, da Semace e da Semam. Mais abaixo disponibilizamos um release sobre a atividade.

No dia 5 de junho - dia mundial do meio ambiente -, quinta-feira, fizemos uma manifestação na Praça do Ferreira, em defesa de João Alfredo, dos movimentos sociais e daqueles que apóiam esses movimentos. Contra a criminalização de quem luta pela vida!

O release:

Entidades do movimento socioambiental de Fortaleza entregam hoje, 6 de junho, o "Dossiê Ambiental: Degradações, Conflitos e Crimes Ambientais em Fortaleza e no Estado do Ceará" aos representantes dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Superintendência Estadual do Meio Ambiente ( Semace), Secretaria do Controle Urbano e Meio Ambiente (Semam) e de outros organismos estatais que têm responsabilidade pela conservação e preservação do meio ambiente. Na mesma oportunidade, será apresentada uma pauta de prioridades a serem discutidas na negociação que se estabelecerá de imediato com aquelas autoridades. O ato de entrega e a negociação ocorrem às 9h, na sala do plenário da Procuradoria Geral da Justiça do Ceará, na R. Assunção, 110, bairro José Bonifácio, em Fortaleza.

O dossiê mostra a situação de rios e lagoas, de dunas e falésias, matas ciliares, dos parques e áreas verdes, recursos naturais que se degradam visivelmente, na capital e no interior cearense. O dossiê aborda, também: a criminalização dos ambientalistas, a carcinicultura, a pesca predatória, as usinas eólicas e as comunidades indígenas, dentre outros temas. O documento resulta de estudo e da vivência diária das entidades ambientalistas e reúne dados -- muitos dos quais já apresentados às autoridades em outras ocasiões, porém agravados com o passar do tempo. Daí os integrantes de movimentos e ONGs ambientalistas terem convidado as autoridades para um passo além da entrega do documento: a abertura de uma negociação. O que se quer é estabelecer compromissos e passos para sua execução, de preferência com prazos para a realização de cada etapa.

O dossiê foi elaborado pelas seguintes entidades:

Associação dos Geógrafos Brasileiros
Esplar
Instituto Terramar
Fórum Cearense de Meio Ambiente (Forcema)
Frente Cearense por uma Nova Cultura da Água e Contra a Transposição do Rio São Francisco
Movimento SOS Cocó
Frente Popular Ecológica de Fortaleza
Fórum em Defesa da Zona Costeira do Ceará
Movimento Proparque
Movimento Pró-Parque Lagoa de Itaperaoba
Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e
Sala Verde Água Viva, do Departamento de Geografia da UFC.

6 comentários:

Clayton Mendonça Cunha Filho disse...

Aproveitem as eleições pra coletar assinaturas! Montem pontos de coletas nas sessões eleitorais, serão muitas pessoas, todas com seus títulos eleitorais. É uma boa oportunidade!

Anônimo disse...

Venho por meio deste, sugerir um BOICOTE. Já que as autoridades públicas resolveram não agir e não se manifestar a respeito do desmatamento do parque do Coco para a construção de um prédio residencial, um supermercado popular e uma lanchonete Mc Donalds, deveríamos, nós outros, AGIR e fazer um BOICOTE ao Mc Donalds que desmatou o parque do Coco e ao supermercado popular para comunidade de classe baixa. Então fica aqui a minha sugestão. Um boicote, com divulgação em panfletos e em comunidades no orkut, correntes de e-mails e em blogs da internet. Além da responsabilidade ambiental nos previnimos de comer sanduíche e sermos atacados por mosquitos e outros bichos da natureza que habitam o local, além é claro do mosquito da dengue.

Moderador disse...

Ps. Última postagem anonima (mais recente) feita pelo Moderador da comunidade Parque do Cocó - Fortaleza, no Orkut !!!

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=278454

RastreadoreS de ImpurezaS disse...

Amigos deem uma olhada nisso:
http://www.rastreadoresdeimpurezas.org/2009/12/enquanto-o-mundo-todo-se-preocupa-com-o.html

E nisso:

http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=705639

Abraços e espero respostas se possivel.

Vanessa disse...

Alô, vocês ainda usam esse blog? Quanto tempo ele esta inerte! Precisamos voltar a nos mobilizar. Esta ocorrendo uma onda de atentados contra o Parque do Cocó. Ja é o segundo incendio depois do dia 15 de Novembro.

Ontem a tarde aconteceu de novo e agora na area do Mangue, quem esta cometendo esses crimes? Ninguem sabe, mas se sabe que essa conduta é dolosa, quiseram sim provocar o incendio e a custa de que? Não se sabe. Mas , se os orgaos publicos nao fazem nada contra isso, na verdade, ninguem pode , ja que nao se sabe quem é o agressor, nós do movimento pró ambiente e Cocó deveremos nos mobilizar, a fim de tomar uma medida urgente. Não sei.. o que poderemos fazer para salvar o unico parque decente, parte dele que estamos tentando proteger aqui em Fortaleza? O Cocó abrange muitas areas, mas ainda é pouco, ele ja esta tentando sobreviver e precisa de proteçao, ainda nao é uma area de preservação por direito, precisamos já, lutar por isso, para que ele se torne e, como medida cautelar, exigir que seja proibido a visita ao parque ao menos enquanto acabe esses focos criminosos. Vocês estao a par disso? Alguem poderia me responder, só para eu saber se vocês ainda estão vivos?

Não vamos deixar que pensem que deixamos o Cocó esquecido!

Vanessa.
Qualquer questão, entrem em contato comigo pelo meu email: v-crisf@hotmail.com

Anônimo disse...

Salvador está com vocês, o Brasil está com vocês! Não desistam.